• O professor falou sobre testes de validação de seu filme "Matilda" o ministério público

  • O diretor do filme "Matilda" Alex, o Professor afirmou que o ministério público já testou os materiais de pintura e não encontrou nenhuma violação. Na quarta-feira, 2 de novembro, relata FEIRA.

    "Não é a primeira consulta, já há uma resposta oficial do ministério público, onde se diz que, no filme, tudo dentro da lei. Mas, aparentemente, ninguém sabe sobre essa resposta", disse o Professor. Quais materiais testou o ministério público, ele não especificou.

    O diretor acrescentou que o filme será concluído daqui a alguns meses. Acusações contra a pintura ele chamou ridículas, porque "Mathilde", segundo ele, ninguém ainda não vi inteiro.

    Antes de 2 de novembro, o vice-presidente do comitê da Duma de segurança para combater a corrupção Natalia Поклонская enviou pelo Rússia, Yuri Gaivota consulta sobre a verificação do filme "Matilda".

    1 de novembro de Professor respondeu para chamadas de representantes do movimento social "Rei da cruz" testar o seu novo filme "Matilda". Ele propôs a insatisfação com a adiar a perturbação até a saída padrão.

    A ação de ativistas, que se voltaram para a Поклонской para realizar a validação, o diretor chamou a estupidez e bom trabalho pessoal.

    A estreia do filme "Matilda" está agendado para 30 de março de 2017. Na foto fala sobre a relação do imperador russo Nicolau II, e a prima-bailarina de Matilda Кшесинской.

    http://lenta.ru

More news in the same category:

More Global News:

comments powered by Disqus