• Os países da OPEP construiu a produção de petróleo para níveis recorde

  • Em outubro, a Organização dos países exportadores de petróleo (OPEP) aumentou a produção de petróleo para um recorde de 34,02 milhões de barris por dia. Em comparação com setembro, a produção cresceu mais de 170 mil barris diariamente. Na quarta-feira, 2 de novembro, informou a agência Bloomberg, os próprios dados.

    Assim, a Arábia Saudita reduziu presa no mês passado, 20 mil barris, até 10,58 milhões de barris por dia, disse a agência. A maior redução em outubro, demonstrou Angola — para 230 mil barris por dia. Ao mesmo tempo, Líbia, Nigéria, Iraque e o irã, em outubro, aumentaram a produção.

    Este crescimento coloca em risco os planos do cartel de limites de produção de combustível, escreve a agência. Agora, a OPEP, discute a redução do seu total de mineração até o nível em 33-32,4 milhões de barris por dia.

    Às 20:50 gmt preço de uma mistura de Brent do mar do norte caiu para 46,65 por barril, o que em 3,10 por cento abaixo do nível de fechamento da sessão anterior.

    Antes de 2 de novembro, o preço do petróleo bruto Brent caiu abaixo de 47 dólares por barril pela primeira vez desde 28 de setembro de 2016.

    No mesmo dia, a agência Bloomberg relatou, que a Líbia e Nigéria, que são membros da OPEP, em outubro construiu presa em 800 mil barris por dia. "O cartel só fala de um corte de mineração, mas ainda estamos vendo o seu crescimento", — afirmou o analista do UBS Giovanni Стауново (Giovanni Staunovo).

    28 de outubro de representantes da OPEP em uma reunião não foram capazes de desenvolver uma decisão final sobre o petróleo, as quotas.

    http://lenta.ru

More news in the same category:

More Global News:

comments powered by Disqus