• Duma aconselhado a rejeitar o projeto de lei sobre a proibição de casamentos com pessoas trans

  • Nível parlamentar, o comitê recomendou a marinha dos estados unidos rejeitar um projeto de lei sobre o casamento com pessoas trans, assim como o funcionário do Cartório não tem o direito de subir sob a roupa e descobrir se realmente há um homem ou uma mulher, informou na quinta-feira, 3 de novembro, o FEIRA.

    "Temos normal sociedade, temos, na Constituição, de gerência Familiar, do código escrito que o casamento é celebrado entre pessoas de sexo diferente, uma mulher e um homem. Tudo. Bem, o que há para dizer?" — резюмировала o presidente do comitê Tamara Плетнева.

    Os autores da iniciativa sobre a proibição — os deputados Alex de Irrigação, Dmitry Горовцев e Anatoly Грешневиков. Eles se ressentem do fato de que сменившие gênero, as pessoas recebem novos documentos e, assim, a capacidade legal de casamento. Na nota explicativa, diz que "a prática é contrária às concepções da sociedade sobre o tradicional familiar, cultura, concepções sobre a moralidade e chama o público a condenação".

    No exemplo, os deputados levam o caso de São Petersburgo, onde 7 de novembro de 2014, no Palácio do casamento foram decorados casamento entre duas mulheres, uma delas mudou de sexo, mas de acordo com os documentos ainda era um homem. Para a cerimônia de ambos apareceram em vestidos brancos.

    http://lenta.ru

More news in the same category:

More Global News:

comments powered by Disqus