• Os banqueiros considerou o impacto das novas sanções da UE insignificante

  • O novo pacote de sanções da UE não afetará o funcionamento de bancos russos, porque eles não podem ocupar os recursos nos mercados ocidentais, já há alguns meses. Sobre esta agência SEXTA-FEIRA disseram duas fontes próximas ao que ficou sob sanção de instituições de crédito.

    "Realmente o endividamento do aço de nós não estão disponíveis ainda em março, quando a situação de fundo com Крымом do custo do crédito e da moeda tornou-se muito alto. De modo que, em comparação com julho, a situação não vai mudar para nós", afirmou uma das fontes. O segundo entrevistado relatou que, depois de 31 de julho, foram introduzidas as sanções contra o setor financeiro, a Rússia, o banco não poderia atrair a ferramenta, mesmo que por um dia. "Portanto, redução de prazos já não terá impacto", disse ele.

    12 de setembro, a União europeia publicou uma lista de empresas russas, contra o qual introduziu novas sanções. Sob restrições de bater setor de petróleo (empresa "Rosneft", "Transneft" e "ásia") e оборонка ("Uralvagonzavod", "Оборонпром" e United aircraft corporation).

    Também em санкционном lista ficaram cinco bancos russos - VTB Sberbank, Gazprombank, Vnesheconombank e o banco agrícola. Os residentes da UE não será capaz de fornecer-lhes empréstimos, bem como a realização de operações com os novos lançamentos de obrigações e de outros títulos com prazos de circulação mais de 30 dias. No anterior, o pacote de sanções previstas limite de operações com títulos e valores mobiliários com prazo de vencimento superior a 90 dias.

    http://lenta.ru

More news in the same category:

More Global News:

comments powered by Disqus